Sabemos que os Chimpanzés foram cruciais para o desenvolvimento de vacinas contra as hepatites A e B. Participaram de centenas dos estudos iniciais sobre o HIV. Em 1961, dois deles foram enviados ao espaço
Com os avanços tecnológicos, eles não são mais necessários .
Finalmente os laboratórios farmacêuticos estão abrindo mão dos estudos com chimpanzés. Em 2008, a GlaxoSmithKline anunciou que não usaria mais nenhum macaco. A gigante da biotecnologia Genentech também pôs fim à prática.
A União Européia baniu o uso do animal no ano passado, deixando os EUA e o Gabão como os dois únicos países do mundo a conduzir pesquisas médicas com os macacos.
Está na hora de respeitarmos os animais.