No local, foram encontrados mais de 50 animais com sinais de maus-tratos. A ação ocorreu a partir de uma denúncia anônima à CPDA da OAB-RJ.

A Polícia Civil fechou, nesta quarta-feira (14), um canil clandestino no Grajaú, zona norte do Rio de Janeiro, que mantinha 50 cães, um jaboti e cinco pássaros silvestres com sinais de maus-tratos.

A ação ocorreu a partir de uma denúncia anônima à CPDA (Comissão de Proteção e Defesa dos Animais) da OAB-RJ (Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro).

Durante o resgate, o presidente da Comissão, Reynaldo Velloso, mostrou em uma transmissão ao vivo que os animais viviam em meio a fezes e urina, além não terem cartilha de vacinação.

“As condições são bastante precárias. É o canil dos horrores o que a gente está vendo aqui,” disse Velloso.

 Ao R7, o presidente informou que alguns animais tinham tumores e outros estavam cegos. Ele também explicou que o canil ainda possuía uma página nas redes sociais de venda dos animais.

A reportagem apurou que alguns bichos eram anunciados por até R$ 2 mil.

Segundo a Polícia Civil, os cães resgatados serão levados para abrigos. Já os animais silvestres ao Cetas (Centro de Triagem de Animais Silvestres) do Ibama, em Seropédica, na região Metropolitana do Rio.

A ação também contou com a participação do Centro de Controle de Zoonose e da prefeitura da cidade.

Fonte: Portal R7  –  14/8/2019.

Disponível em: https://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/rj-caes-e-animais-silvestres-sao-resgatados-de-canil-clandestino-14082019?fbclid=IwAR3lfpZI2XYR3cUAqTIYoyjXTHHZjQoTdHsjArzys04byFOi55RQm67swKg