A produção brasileira de laranja deve voltar a cair com força na safra 2013/14, enquanto o setor tenta enxugar o excesso de oferta. Um colega que assessora uma empresa distribuidora ligada à indústria, contou-me que a colheita deste ano deve somar 300 milhões de caixas, 17% menos que as 364 milhões do ciclo passado. O número é ainda 30% inferior ao recorde de 428 milhões de caixas do ciclo 2011/12.
Nas dez safras anteriores, os produtores de São Paulo e Triângulo Mineiro (que concentram o maior parque citrícola do mundo) colheram quase 340 milhões de caixas anuais.
Segundo ele, os pomares sofreram com o clima seco e quente durante a floração nos últimos meses e a queda dos investimentos nas lavouras, reflexo da descapitalização do produtor, pode ser um fator ainda mais relevante.
Vem acontecendo no país um número alto de abandono de pomares, portanto a área cultivada deve ser reduzida em 2013.
Nos apagões, os responsáveis são os reservatórios.

Em 15/1/2013.