Vem aí uma grande destruição de santuários naturais, como manguezais e áreas de reprodução de tartarugas marinhas e corais. A Agência Nacional do Petróleo (ANP) vai realizar nos dias 14 e 15 deste mês (maio/2013) uma grande licitação para concessão de exploração de petróleo.
Dos 289 blocos que serão ofertados, 170 estão em bacias situadas na margem equatorial, onde não existem os chamados dados primários — obtidos através de pesquisa local, como a temperatura da água, as correntes marinhas, a variação das marés e a rota dos ventos, além da biodiversidade.